O Projeto
O Fórum do Amanhã nasceu das ideias de dois pensadores.
Domenico De Masi, o sociólogo italiano que vê o Brasil com olhos generosos e um dia desafiou os intelectuais brasileiros a repensar o País e
Eduardo Giannetti, que aceitou o desafio e escreveu Trópicos Utópicos, uma bela reflexão sobre o sonho brasileiro, sobre o que o Brasil ainda não é, mas pode ser.
doinbook doinbook
Domenico De Masi Eduardo Giannetti
“Agora que os modelos de civilização ocidental encontram-se em uma crise profunda e não há ainda um modelo novo para substituí-los, o Brasil está sozinho diante do próprio futuro. Pode se dissolver na desorientação ou pode gerar um mundo novo.” “É próprio da melhor tradição de intérpretes do Brasil abordar a nossa identidade de um ponto de vista histórico e retrospectivo, buscando no passado o segredo da nossa singularidade e destino comum. Por que não pensar a nossa identidade de forma prospectiva – como futuro a ser construído? Existirá uma utopia mobilizadora da alma e das energias dos brasileiros?”

Questões norteadoras
Ainda nas palavras de Eduardo Giannetti
​​​​
Qual é o sonho brasileiro?
*
Qual o Brasil ideal que pulsa e vibra no coração do Brasil real?
*
Quais são os elos que nos ligam ao mundo e que traços nos definem
como nação, a partir de um olhar utópico e mirando o futuro?

*
Que constelação de valores seria capaz de nos unir em torno de
um projeto de realização e originalidade no mundo globalizado?
O Evento
A 1 edição do Fórum do Amanhã aconteceu em Tiradentes MG de 24 a 27 de novembro de 2016.
A 2 edição acontecerá também em Tiradentes de 9 a 12 de novembro de 2017.
Tiradentes, cidade histórica de Minas Gerais, é o local ideal para se projetar o futuro sonhado do Brasil por seu valor simbólico, como berço da Inconfidência e terra de nosso maior herói.
doinbook
A cidade também é conhecida por seus eventos de sucesso, como a Mostra de Cinema, o Festival de Gastronomia, Artes Vertentes, Tiradentes em Cena e Foto em Pauta, entre outros.
TIRADENTES PENSA SEU FUTURO TIRADENTES COMO LABORATÓRIO DE SOLUÇÕES INOVADORAS
É um trabalho inovador com as escolas municipais para levar as crianças e os jovens a refletir sobre seu próprio futuro, o de sua família, de sua comunidade, e sobre o meio ambiente. A cada ano o Fórum do Amanhã deverá propor alguma ação inovadora na área social, de educação, de saúde, e de meio ambiente, a ser implantada em Tiradente,s e que poderá ser replicada em outros lugares, em maior escala. 
 
O projeto LIXO ZERO é um exemplo proposto em 2016 pelo Fórum do Amanhã, e que já mostra resultados significativos.
Este ano o Fórum do Amanhã está propondo um consórcio de Educação entre as cidades de Tiradentes, São Joaõ del Rei e Coronel Xavier Chaves para a implantação da Educação para o Amanhã.
Notícias
Edição 2017 - 09 A 12 DE NOVEMBRO
5000 PARTICIPANTES - TIRADENTES, MINAS GERAIS
A 2ª edição do Fórum do Amanhã vai trazer debates que apontem novos caminhos, revisitar temas abordados na 1ª edição para avaliar as mudanças já ocorridas. 
Pensadores
Pensadores
Filósofos, economistas, educadores, jornalistas, empresários e historiadores, entre outros, que estão pensando o Brasil.
Ver mais
Inovadores
Inovadores
Startups, empresas, artistas, cientistas e empreendedores, entre outros, que estão criando projetos inovadores que podem servir de modelo para o Brasil.
Ver mais
Espaço do Amanhã
Espaço do Amanhã
Praça de exposição de startups e projetos inovadores que estão criando produtos, serviços e modelos de negócios fora da caixa, que propicie parcerias entre seus criadores e grandes empresas em busca de novas soluções. Praça principa ...
Ver mais
Arte, Cultura e Workshops
Arte, Cultura e Workshops
Haverá exposições e eventos culturais pela cidade nos dias do Fórum do Amanhã, além do lançamento de livros de autores da Rede do Amanhã, seguidos de debates.
Ver mais
Carta do amanhã
A Carta do Amanhã é a síntese das ideias convergentes surgidas na primeira edição do Fórum do Amanhã, que aconteceu em novembro de 2016 na cidade histórica de Tiradentes, Minas Gerais.
O texto é polifônico e reflete a diversidade de vozes que caracterizaram os diálogos.
Carta do Amanhã
Reconciliar-se com as raízes O Brasil nasceu de um trauma. Da união da mãe índia, usada apenas como objeto de desejo e reprodução, com o pai português, dominador, nasceu um povinho misto, de zé-ninguéns – como dizia Darcy Ribeiro. Um povinho que não se identifica com a mãe, a figura desvalorizada, derrotada, e nem com o pai, que não o reconheceu como filho legítimo. Um povinho que não sabe de onde veio e que, portanto, não sabe para onde vai. Somando-se às matrizes índia e europeia, a herança africana, formada por quase 400 anos de escravidão, é uma ferida ainda aberta. Apesar de professarmos o ideal de uma democracia racial, estamos longe de praticá-la. As estatísticas de violência e violação de direitos humanos fundamentais, cometidas por indivíduos e pelo próprio Estado contra a população afrodescendente, mostram a face de um país cruel e injusto. A alma brasileira sofre e esta dor está em todos nós. Uma das manifestações da alma ferida é nosso sentimento de inferioridade como nação, aquele que Nelson Rodrigues chamou de “complexo de vira-latas”. Valorizamos o que vem de fora, (mal) copiamos modelos imp ...
Ver mais
Programação
Veja parte da programação que estamos construindo.
Escolha os eventos abaixo e faça sua reserva
Rede do Amanhã
Confira a nossa rede de pensadores, criativos, ativistas, ambientalistas, educadores, empreendedores sociais, lideranças visionárias, entre outros
    Depoimentos
    Contato
    Patrocinadores e parceiros
    -------------- Patrocínio --------------
    doinbook

    -------------- Parceiro de Mídia --------------

    doinbookdoinbook
    -------------- Apoio --------------
    doinbook  doinbook    doinbook


    -------------- Produção --------------
    doinbook

    -------------- Realizador --------------
    doinbookdoinbook

    -------------- Correalizador --------------

    doinbook